14/09/2020 às 05h09

Comprando apartamento na planta: cuidados, vantagens e desvantagens!

Construtor de Vendas Marketing
Compartilhar:

Vários são os motivos que podem gerar a necessidade de ter o tão sonhado imóvel próprio, principalmente na vida de quem quer construir uma família. Alguns deles são a estabilidade financeira, a procura pela privacidade e obviamente um maior conforto. É válido ressaltar que tudo deve ser apoiado com base em um planejamento financeiro. 
 

Pensando nisso, é comum ver pessoas optando por adquirir um apartamento na planta, para que assim possa financiar o imóvel e ter parcelas mais acessíveis atreladas a um tempo adequado. O preço do empreendimento nessa condição é de no mínimo 20% menos do que o valor de um finalizado. 
 

Além do mais, assim que pronto, um apartamento sempre valoriza. Segundo o Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), o preço do imóvel pode subir entre 20% e 50%. Entretanto, a compra de um empreendimento novo exige cuidados e atenção redobrada, como a localização, ao tipo do imóvel e à idoneidade do vendedor.
 

Assim como também é preciso se atentar para as condições de pagamento, que devem ser revisadas com bastante atenção, ou seja, de forma minuciosa, para que você evite dores de cabeça futuramente. Pensando nisso, criamos esse conteúdo para que você descubra o passo a passo na compra de um apartamento na planta. Vamos lá? 

Financiando o imóvel

Primeiramente, no financiamento de um imóvel na planta, você deve prestar bastante atenção em duas etapas. Àquela que se inicia no instante em que há a assinatura de contrato de compra e venda com a construtora ou incorporadora. Este contrato é o documento que autentifica a negociação. 
 

A segunda etapa é o que vem pós entrega das chaves, quando o comprador recorre ao banco para fazer um financiamento frente ao custeio do saldo devedor do imóvel junto à construtora. 
 

Assim como para você, a construtora ou incorporadora também passam por essas duas etapas quando lançam um empreendimento imobiliário. A primeira é a que antecede a entrega das chaves, assim é criado uma tabela que procura fornecer boas condições de pagamento para os compradores, mas que também dê o lucro suficiente para continuar com o andamento da construção. 
 

Desse modo, vale ressaltar a importância de conhecer a confiabilidade e a solidez da construtora ou incorporadora, para que assim você possa se certificar de que ela conseguirá dar início ao andamento da obra e todo o seu caminhar, mesmo se não conseguir vender a maioria dos imóveis projetados na planta. 

Tabela durante a construção

Não sei se você sabe disso, mas quando um imóvel na planta é comprado e não há nenhum subsídio por parte de algum programa do governo para auxiliar o projeto, a construtora desenvolve um parcelamento que, geralmente, é composto assim:

 

  • Sinal: parcela paga, geralmente, no instante da assinatura do contrato de compra e venda que legitima a negociação;
  • Parcelas mensais: valores acessíveis ao comprador e que são contínuos até a entrega das chaves;
  • Parcelas intermediárias: parcelas maiores que são pagas em períodos intermediários mais longos - trimestral, semestral, anual- e que exigem maior esforço de pagamento;
  • Chaves: parcela que também exige um maior esforço de pagamento. É cobrada na entrega das chaves do imóvel.

 

É importante te esclarecer que a forma de composição da tabela e os seus valores variam de construtora para construtora e são associados ao valor do imóvel e ao prazo de entrega da obra. 

Reajustes 

Durante a obra, para a composição da tabela, a construtora leva em consideração a inflação da construção civil que está projetada para ocorrer entre o início da obra e a entrega das chaves. As parcelas recebem uma correção mensal que, durante a obra, é feita pelo Índice Nacional da Construção Civil (INCC), que avalia a variação dos custos da construção civil em todo o país - preço de materiais e de mão de obra. 
 

Assim que há a entrega das chaves, a construtora tem a possibilidade de financiar, com recursos próprios, algum comumente saldo residual que possa ter restado. Nesta ocasião, no lugar do INCC, normalmente ela passará a utilizar o Índice Geral de Preços ao mercado (IGP-M) ou Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que são os índices que medem a inflação da economia. 
 

Naturalmente, durante a construção e após a entrega das chaves serão aplicadas taxas de juros. 

Minha Casa Minha Vida

Portanto, para finalizar este tópico, não poderíamos esquecer do Programa Minha Casa Minha Vida, criado pelo Governo Federal com o intuito de financiar imóveis para famílias com renda mensal entre R$ 1,6 mil e R$ 5 mil. 
 

Com uma burocracia de liberação do financiamento bem menos complicada, o MCMV exige muito menos que o SFH e taxas de juros subsidiadas pelo Governo, este por sua vez pode pagar até R$ 25 mil do valor do imóvel na primeira faixa do financiamento, 
 

O valor limite do imóvel a ser adquirido varia de cidade para cidade. No Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo, pode chegar a R$ 225 mil e R$ 200 mil em Vitória (ES) e Belo Horizonte (MG). 

3 cuidados primordiais ao comprar um apartamento na planta

Antes de tudo, analise as suas necessidades

A primeira coisa que qualquer pessoa que pretende comprar um apartamento deve fazer, primeiramente, é ter clareza sobre as suas necessidades e da sua família. Qual o número de pessoas que vão morar no local? Qual a faixa etária delas? Você conhece os hábitos e manias dos futuros moradores? 
 

Logo após você ter feito isso, passe tudo para um caderno para que você tenha anotado e possa, com facilidade, ter acesso futuramente. Porque essas informações farão muita diferença na hora de analisar os serviços que o empreendimento oferece e assim você pode entender se o bairro em que ele está localizado é adequado para você e quem mais for morar. 
 

Se a sua intenção for de adquirir o imóvel para por em aluguel ou até mesmo uma posterior revenda, é importante qualificar quais são vantagens que o apartamento e a localidade oferecem, pois elas são um diferencial para fechar um negócio. 

Quais são as opções disponíveis no mercado? Compare-as! 

Você deve ter bastante cuidado na compra de um imóvel, pois pode estar aplicando o dinheiro de forma errada. Por isso, sempre procure pesquisar na internet ou conversar com amigos e conhecido sobre novos empreendimentos que estão sendo lançados na sua cidade.
 

Busque métodos como marcar os apartamentos que você mais gostou, com base nas características que para você são prioridade, como vagas na garagem, área de lazer, quantidade de quartos, etc.
 

Se possível, monte uma tabela na qual consta as informações como o preço do metro quadrado, tamanho, construtora, possibilidade de valorização, condições de pagamento, entre outros. 

Sempre consulte o histórico da construtora! 

Você já analisou quais são as prioridades de acordo com as pessoas que vão morar com você, já pesquisou empreendimentos e tem o apartamento dos seus sonhos em mente, só te esperando. Mas já procurou saber da construtora do seu imóvel? 
 

É bacana que você, ao fazer a tabela, guarde um espaço para anotar as informações referentes às construtoras, como imagem no mercado local e nacional, atendimento pós-venda e atrasos na entrega. Para que assim você possa comparar as informações e se prevenir de possíveis fraudes e problemas na entrega do imóvel. 
 

Você também pode visitar sites como o Reclame Aqui, que são excelentes para quem está tentando entender como é a verdadeira satisfação dos clientes em relação a uma empresa. Outra opção também é se você conhecer outras pessoas que adquiriram outros apartamentos dessa construtora na planta, assim pode entrar em contato. 
 

Se for o caso e você tiver um tempinho a mais, pode verificar e analisar mais a fundo conferindo a seguradora ou o banco responsável pela obra. 

Comprando um apartamento na planta: vantagens

Agora que você já descobriu quais são os cuidados necessário para adquirir um apartamento na planta, deve estar pensando se é mesmo vantajoso comprar um imóvel assim. Separamos para você algumas das vantagens de se ter um investimento assim, confira!

Estruturas novas e modernas 

Imóveis novos, instalações hidráulicas e elétricas novas também, além de toda a tecnologia recente. Uma novidade é que alguns desses novos empreendimentos têm paredes removíveis, o que te ajuda se precisar de uma reforma. 

Decoração

Enquanto você espera pela entrega das chaves do seu apartamento novo, pode pensar melhor na decoração da sua nova aquisição. Assim, você não precisa se apressar para poder pensar em objetos de decoração da casa e até pode encontrar preços melhores. 

Áreas de lazer

Não sei se você percebeu, mas se já, vai entender que os novos condomínios estão sendo construídos com variedades de área de lazer. Algumas são maiores, outras possuem quadras, piscinas, churrasqueira, sala de jogos, academia e salão de festas. Facilitando a diversão para você e sua família.  

Comprando um apartamento na planta: desvantagens 

Já falamos das vantagens que são muitas, mas precisamos falar também das desvantagens para que você esteja ciente e possa evitar futuras dores de cabeça. Vamos lá! 

Entrega das chaves 

Vez ou outra, pode ocorrer um atraso muito mais que o previsto em contrato nas obras da construtora, isso pode atrapalhar o seu planejamento financeiro. 

Ansiedade

É comum que algumas pessoas tenham o aumento da ansiedade enquanto o apartamento não é entregue.

Apartamento diferente do contratado 

Sempre busque tomar cuidado com a entrega do imóvel, pode ocorrer da construtora não entregar a obra de acordo como estava na planta e nos decorados disponíveis nas corretoras. Por isso, você deve estar muito atento. 

Conclusão 

Hoje, vimos tudo sobre a aquisição de um imóvel na planta, desde o seu financiamento, até as vantagens e desvantagens. Você pôde entender todas as etapas que passará caso esteja pensando em adquirir um apartamento na planta e conseguiu compreender como deve agir perante a forma de planejar a compra e como executá-la. 
 

Podendo ser usado como a sua própria moradia ou até um investimento para revenda, o apartamento dos seus sonhos não é uma impossibilidade. Aqui, você aprendeu quais são os passos que devem tomar e os que deve evitar. Esperamos que você tenha aprendido e que ponha tudo isso em prática. 
 

Já conhece o Construtor de Vendas? Não? Dá uma passada no nosso site, peça uma demonstração e entenda porquê somos o CRM imobiliário mais completo do mercado! Lá, temos uma lista de incorporadoras e construtoras clientes, por que não dá uma olhada? Você vai gostar! 
 

Gostou do conteúdo e quer ler mais outros como esse? Acessa o nosso blog, você vai ter muitas dicas e informações sobre o mercado imobiliário te esperando. 
 

Por hoje é só, até a próxima!

 

Solicite Demonstração